TRAJETÓRIA ESCOLAR NO ENSINO SUPERIOR GAÚCHO: 2010-15

Gisele da Silva Ferreira

Resumo


Os Indicadores de Fluxo da Educação Superior do INEP representam um grande avanço para os estudos na área da educação, pois possibilitam a compilação de uma base de dados longitudinal de estudantes, conferindo precisão às informações e ampliando as possibilidades de análise. Esses indicadores permitiram um mapeamento da trajetória do aluno do ensino superior e revelaram informações preocupantes a respeito da trajetória escolar no ensino superior gaúcho. Ao mesmo tempo em que a desistência nos cursos atinge o percentual de 64,1%, menos de um quarto dos estudantes concluem seus cursos. A situação é ainda pior nos cursos a distância, onde 73,1% dos alunos desistem de estudar. Os indicadores revelam uma desistência 37,3% maior nas instituições de ensino privadas ao mesmo tempo em que a conclusão dos cursos em instituições públicas é 63,0% maior. Enquanto os cursos das áreas de engenharia, produção e construção exibem as menores taxas de conclusão, os cursos ligados a serviços contam com as maiores. E ao mesmo tempo em que os cursos das áreas das ciências, matemática e computação possuem mais desistências, os cursos ligados à agricultura e veterinária apresentam as menores taxas de desistência. O objetivo deste estudo é trazer novas informações através do cruzamento de dados da base de indicadores de trajetória escolar no ensino superior de forma a servirem de suporte para diferentes análises de eficiência do sistema de ensino, apontarem meios para a redução de desistência escolar e elevação das taxas de conclusão dos cursos no ensino superior gaúcho, bem como embasarem alterações nas ofertas dos cursos.


Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, M. S.; MARION FILHO, P. J.; CORONEL, D. A. Análise das desigualdades entre os Coredes no período de 1990 a 2003: origem e evolução. Perspectiva Econômica, v. 3, n. 1, p. 62-81, 2007.

AMBIEL, R. A. M.; SANTOS, A. A. A.; DALBOSCO, S. N. P.. Motivos para evasão, vivências acadêmicas e adaptabilidade de carreira em universitários. Psico, v. 47, n. 4, p. 288-297, 2016.

BAGGI, C. A. S.; LOPES, D. A.. Evasão e avaliação institucional no ensino superior: uma discussão bibliográfica. 2011.

BANDEIRA, P. S. Uma experiência de institucionalização de regiões no Brasil: os Coredes do Rio Grande do Sul. In: COELHO, L. G. J.; FRIZZO, A. P.; MARCONDES, V. (Orgs.). PRÓ-RS IV: propostas estratégicas para o desenvolvimento regional do estado do Rio Grande do Sul (2011-2014). Rio Grande do Sul: Passografic, 2010.

BARCELLOS, T. O panorama recente das migrações no Brasil: a situação do RS e da RMPA. Indicadores Econômicos FEE, Porto Alegre, v. 28, n. 1, p. 181-200, 2000.

BRASIL. LEI Nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, nº 248, Seção 1, p. 27.833, 23 dez. 1996.

BRASIL. LEI No 10.260, DE 12 DE JULHO DE 2001. Dispõe sobre o Fundo de Financiamento ao estudante do Ensino Superior e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 13 jul. 2001. Seção 1, p. 2.

BRASIL. LEI No 11.096, DE 13 DE JANEIRO DE 2005. Institui o Programa Universidade para Todos - PROUNI. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 14 jan. 2005. Seção 1, p. 7.

BRASIL. DECRETO N° 5.773, DE 9 DE MAIO DE 2006. Dispõe sobre o exercício das funções de regulação, supervisão e avaliação de instituições de educação superior e cursos superiores de graduação e seqüenciais no sistema federal de ensino. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, Seção 1, p. 6.

BRASIL. DECRETO Nº 5.786, de 24 de maio de 2006. Dispõe sobre os centros universitários, e dá outras providências. Diário Oficial, Brasília, 25 maio 2006.

BRASIL. DECRETO Nº 6.096, DE 24 DE ABRIL DE 2007. Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 abr. 2007. Seção 1, p. 7.

BRASIL. LEI Nº 11.892, DE 29 DE DEZEMBRO DE 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional Científica e Tecnológica e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, Seção 1, p. 1, 30 dez. 2008.

BRASIL. DECRETO Nº 7.234, DE 19 DE JULHO DE 2010. Dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil – PNAES. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 jul. 2010. Seção 1, p. 5.

HONORATO, G. S. A Permanência de Estudantes de Origem Popular no Ensino Superior: O Caso Dos Alunos Beneficiários do Prouni. Revista de Humanidades, Tecnologia e Cultura - REHUTEC, v. 1, n. 1, 2011.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA – INEP. Indicadores de Fluxo da Educação Superior. Base de Microdados, 2018.

JARDIM, M. L.; BARCELLOS, T. M. Os movimentos populacionais no Rio Grande do Sul: uma visão inter e intrarregional através dos Coredes. Ensaios FEE, v. 26, p. 143-170, 2005.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (BR). PORTARIA NORMATIVA Nº- 2, DE 26 DE JANEIRO DE 2010. Institui e regulamenta o Sistema de Seleção Unificada, sistema informatizado gerenciado pelo Ministério da Educação, para seleção de candidatos a vagas em cursos de graduação disponibilizadas pelas instituições públicas de educação superior dele participantes. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 27 jan. 2010; Seção 1:18.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO (BR). PORTARIA Nº- 389, DE 9 DE MAIO DE 2013. Cria o Programa de Bolsa Permanência e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF. 13 mai. 2013; Seção 1:12.

OTRANTO, C. R.; PAIVA, L. D. C. Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia: Questões da Expansão da Educação Superior no Cenário do Financiamento. In: XXIV Seminário Nacional Universitas/BR: Dívida Pública e Educação Superior no Brasil, 2016, Maringá. Anais do XXIV Seminário Nacional Universitas: Dívida Pública e Educação Superior no Brasil. Maringá: Editora da UEM, 2016. v. 1. p. 323-338.

RIO GRANDE DO SUL. Rumos 2015: estudo sobre desenvolvimento regional e logística de transportes no Rio Grande do Sul. Documento síntese. Secretaria da Coordenação e Planejamento Estratégico (SCP). Departamento de Estudos Econômicos e Sociais e Planejamento Estratégico (DEPLAN) e Departamento de Coordenação e Acompanhamento de Projetos de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (DECAPET). Porto Alegre: SCP, 2006.

SILVA, M G. M.; NOGUEIRA, P. S.. A permanência dos estudantes na educação superior para além da assistência estudantil. Revista da Faculdade de Educação – Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Estado de Mato Grosso – FAED/UNEMAT. Unemat Editora, Vol. 25, Ano 14, Nº 1, p. 111-129, jan./jun. 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Gisele da Silva Ferreira

| Boletim Geográfico do Rio Grande do Sul | Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão - RS | ISSN 2446-7251 |